“ Desamarra a cara, perdoa minha voz alterada, meu olhar vazio, minha rispidez. Esquece a mágoa, aceita minhas desculpas, faz as pazes com meu coração. A vida é curta para a gente guardar rancor e alimentar desilusões.